© 2018 GIMJF || Grupo de Interesse - Movimento Jovem na Fisioterapia

 

​​

Diário de Bordo da Joana Ariosa

V - Terceira Semana e Reflexão Final

Na última semana continuei na Clínica ISL, como previsto. Em termos de técnicas e conceitos, foram essencialmente os mesmos referidos e abordados nos outros dias no mesmo local. Foi possível discutir mais casos clínicos, uma vez que já nos conhecíamos melhor e os pacientes desta semana o facilitavam, ou porque falavam em inglês, o que foi bastante raro, ou pela própria condição que apresentavam.

Em todo o período de estágio, em termos de referências em Fisioterapia, foi claramente notório que não eram as mesmas às quais estaria habituada. Foi possível pesquisar para tentar perceber melhor em que é que se baseavam e em que é que realmente consistiam, e depois discutir tanto com os fisioterapeutas da clinica como com os fisioterapeutas e estudantes que nos receberam. Posso referir que a minha impressão da Fisioterapia na República Checa, mais precisamente em Praga e na clínica onde estive, é que a intervenção é de um nível bastante elevado e também que as suas orientações e a formação na universidade se seguem por algumas referências que iniciaram esses mesmos programas. Penso que seja por vezes um ambiente mais fechado, pois para mim, a maioria destes fisioterapeutas e o seu trabalho era desconhecido, tal como já referi. Refiro-me a Fisioterapeutas como Pavel Kolar, Vaclav Vojta, Karel Lewit, Vladimir Janda e Ludmila Mojzisova.

Chego ao fim de estágio, olho para trás e vejo um estágio bem-sucedido, apesar de ser maioritariamente observacional, consegui adquirir bastante informação e, a meu ver, de certo modo enriquecer-me como futura fisioterapeuta. E fora a parte turística, que não era de todo o objetivo desta mobilização, o período de estágio valeu a pena e aconselho qualquer pessoa que tenha a oportunidade de realizar este tipo de experiências ou semelhantes, que o faça, desfrute e que tente absorver ao máximo os fisioterapeutas têm para nos transmitir. Por fim quero deixar o meu agradecimento a todas as pessoas do Movimento Jovem na Fisioterapia e da Asociace studentů fyzioterapie (Associação de Estudantes de Fisioterapia da República Checa) que proporcionaram esta experiência.

Joana Ariosa

Relato de Experiência: Diário de Bordo

ESPEP 2016 em Praga