2º FisioCafé com André Santos

Lisboa, Dezembro 2015


Aproveitando a reunião de estudantes de Fisioterapia e Jovens Fisioterapeutas proporcionada pela realização do Fórum do Movimento Fisio (organizado pela associação +ESTeSL), organizou-se mais uma conversa informal em formato FisioCafé.


O ambiente informal e de proximidade entre os intervenientes permitiu que, ao longo de uma hora e meia (que se prolongaria por muito mais, dado o entusiasmo da conversa), fossem feitas perguntas e trocadas experiências, dando oportunidade aos inexperientes de apresentar os seus receios e receber a resposta e opinião de alguém que passou por essas mesmas dúvidas. Deixamos alguns excertos das opiniões:


"O inicio deste fisiocafé foi, como previsto por mim, calmo, sem grandes questões, apenas ouviram o eu tinha a dizer. No seu decorrer surgiram algumas dúvidas, algumas indecisões, e sobretudo algumas curiosidades. Aparentemente, todos os presentes se mostraram interessados no que eu tinha a dizer, e na minha história de vida profissional. Penso que consegui transmitir o que tinha em mente.
Este tipo de iniciativas, conversas, encontros informais com pessoas do mesmo ramo profissional é de extrema importância, principalmente para as pessoas que ainda estão a estudar, ou que se iniciaram agora no mercado de trabalho. Creio que a maior parte não sabe a área para a qual tem mais aptidão, observam-se receios na procura do futuro local de trabalho, e como será a sua carreira profissional. E estes encontros irão ajudar estas pessoas, irão dar uma prespectiva de alguem que já passou por isso, e como conseguiu sobreviver e viver com esses obstáculos, dando assim esperança e motivação para serem os melhores fisioterapeutas." -
​Ft. André Santos, convidado 


"Quando cheguei ao café senti-me um pouco constrangido com a presença de pessoas que me pareciam ser bem mais velhas logo à partida e que conversavam entre elas e pensei logo para mim “Bolas! O FisioCafé vai ser assim. Eu não vou pescar nada disto”. (...)
    Quando chegou o palestrante tudo mudou, apresentamo-nos um a um o que me deixou bem mais à vontade e integrado. De seguida começaram as questões e sinto que aqui foi onde a sorte me bateu à porta, pois foi quando percebi a área de intervenção do palestrante “pediatria” e o local de trabalho do mesmo “multideficiências raras”. Uma área não muito comum e que a mim pessoalmente me desperta grande interesse.

Eu tinha dúvidas, eu tinha dificuldade em compreender a forma de atuar, mas acima de tudo eu tinha receio. E este Fisio Café foi em tudo uma experiência, que me ajudou na dificuldade, foi a melhor forma de aprender aquilo que eu inicialmente não sabia como lidar. Foi ainda uma forma fantástica de me motivar e de despertar maior interesse ainda, agora longe dos receios e das dúvidas." - Henrique Tapum


"(...) Gostei especialmente da dinâmica aplicada, que permitiu a discussão sobre questões muito pertinentes. Foram vários os momentos marcantes deste encontro, destaco porém todos aqueles que refletiram conselhos para uma prática clínica humanística." - Teresa Dias


"o ambiente informal proporcionou um maior à vontade para que as pessoas colocassem questões e para que se gerasse uma conversa com uma maior partilha de ideias e experiências." .- Rita Oliveira



© 2018 GIMJF || Grupo de Interesse - Movimento Jovem na Fisioterapia